Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Apresentados

DEGENERO

A minha nova coragem não se apercebe em como se conforma com as cortes do mundo e como as repudia num estado mais profundo do que alguma vez pensei. As minhas consciências separam-se. Eu torno-me em dois em mais que um e eu sou apenas eu. Sou irredutível e imensurável e não sei quantificar as minhas capacidades da terra. Não as percebo mas tenho-as aqui. Apago cada vez mais as palavras. Paro muitas mais vezes por causa dos erros que deixo no teclado e que passam para as teclas e telas digitais que tanto amo.
Sempre foram as minhas confissoras. Mesmo que não me ouças eu saberei que te disse aquilo que pensava. Magoei-me muito mais do que eu já possa imaginar. A mão direita já não me respeita nem quer saber onde eu a coloque, porque vai sempre fugir mais um bocadinho e o meu cérebro vai forçar mais um bocadinho o seu espaço em mim  - quase como se nunca tivesse existido.
As dúvidas que me rodeiam a mente são falhas corporais. A falta de força e concentração esmagam-me a alma e o espírito.…

Mensagens mais recentes

Deep Blue Green

Estátua de cera

FOGE DO BANDIDO

Prometeu

Como te chamas?

Não és o silêncio

Camisa de ganga em Paris